segunda-feira, 6 de junho de 2016

Análise Linguagem Corporal Dilma - Afastamento.




Considerações:
A minha análise da linguagem corporal de um artista, político ou qualquer personalidade pública é imparcial e apolítica.
Esta análise tem como objetivo demonstrar que  a linguagem verbal e corporal podem ser congruentes ou incongruentes, mostrar que a emoção da pessoa é visível através das expressões faciais, como tristeza, raiva, desgosto, etc., e como os gestos deixam claro algumas características da nossa personalidade. As pessoas que usam botox ou que fizeram plástica demonstram menos expressões faciais e muito as micro expressões, o que torna a análise mais difícil.

No caso da presidente afastada, fui em busca de outros vídeos e entrevistas para verificar se o fato de ela não fazer o gesto de balançar a cabeça negativamente quando negou alguns pontos importantes, gesto que é um padrão universal, era uma característica pessoal, pois a ausência do gesto de cabeça e/ou  das mãos é interpretado como incongruência/mentira. É a mesma incongruência que Bill Clinton fez quando negava que tinha feito sexo com Monica Lewinsky, enquanto a cabeça fazia sinal de “sim”. 

Assistam o vídeo do pronunciamento :

video



TRISTEZA E ANGÚSTIA

Dilma fala que o publico presente trás alguns momentos de felicidade pela presença  naquele momento, porém assim que acaba de falar a expressão facial apenas  mostra a tristeza profunda, o que é óbvio devido ao contexto. Na segunda foto, essa tristeza toma expressões faciais da angústia. As expressões de tristeza, raiva, medo, alegria, desgosto, desprezo e surpresa  são universais e essas emoções ativam músculos específicos da face, o que não pode ser dissimulado com eficiência. 




INCONGRUÊNCIA
 
No momento que Dilma afirma que não cometeu crime de responsabilidade, não se percebe nenhum movimento corporal que seja congruente com as palavras.  As pessoas tendem a balançar negativamente a cabeça quando estão negando e balançar afirmativamente quando estão afirmando.
Para não cometer erros na minha análise (poderia ser um padrão da Dilma), busquei outros vídeos e entrevistas da presidente afastada para evitar qualquer conclusão precipitada.

Vejam como a cabeça se movimenta em uma negação e em uma afirmação nesta entrevista da Dilma com a Patrícia Poeta.


video



Vamos ver outro vídeo? Na entrevista do SBT ela também balança afirmativamente quando confirma e negativamente quando o pensamento é negativo.

video

É fato que segundo os maiores estudiosos e especialistas da Linguagem Corporal como Barbara Piece, Amy Cuddy e Paul Ekman, entre outros, quando a pessoa esconde a verdade, tende a ser incongruente. Enquanto afirma que não cometeu crimes de responsabilidade, os gestos das mãos e da cabeça não são de negação. As mãos apenas enfatizam o diálogo.
 


"ATOS CORRIQUEIROS"

Quando fala das pedaladas, Dilma afirma que são “atos corriqueiros”. Ela joga a cabeça para trás e levanta o nariz em uma mistura de desdém e arrogância. O ato de levantar a cabeça expõe a jugular , é uma forma de afronta sem medo,  realmente é um gesto de menosprezar alguém/algo, além disso a pessoa olha o outro de cima. É como se minimizasse, ou para ela realmente não teve importância. Como falei acima, o corpo traduz realmente a percepção, a visão de mundo, sentimentos e emoções.



"..ESSE TIPO DE CHANTAGEM..."

Quando acusa o presidente afastado da câmara, Eduardo Cunha, de aceitar o pedido de impeachment por vingança, Dilma fala  "Não sou mulher..” e as mãos levantadas fazem o gesto de negação que acompanham as palavras e na sequencia da frase “acatar esse tipo de chantagem”, o gesto das mãos e do corpo é quase uma suplica, uma submissão que pode indicar um pedido para que as pessoas acreditem nela.  Observem o canto da boca caído que é um dos sinais de tristeza. É o mesmo gesto de quem implora, do mendigo que pede ajuda. Logo após, a expressão é de raiva, de muito rancor, desprezo, o que também está dentro do contexto.


Vejam ao lado uma estátua com gesto clássico de súplica:
 





"EU POSSO TER COMETIDO ERROS..."



Se ela confirma que cometeu erros, não está disposta a falar sobre eles. É o que ela mostra ao fechar as mãos, cerrar os punhos. É um gesto de cautela ou de hostilidade, de não querer se “abrir”. Percebam que ela escapa rapidamente para depois falar “MAS jamais cometi crimes..”. Após finalizar a frase, ela passa a língua nos lábios e desvia o olhar, o que para muitos especialistas, inclusive Jack Schafer, PHD em psicologia e ex agente do FBI, é um sinal de mentira, porém ela pode ter feito essa expressão por estar com a boca seca devido ao discurso. Por esse motivo, sempre costumo alertar as pessoas que a análise da linguagem corporal deve estar dentro de um contexto e algumas vezes das  variantes. Exemplo: Passar a mão no nariz pode ser um sinal de mentira ou apenas uma coceira ou renite.
O "MAS" também tem o efeito de anular ou minimizar o que foi afirmado antes. 



AUTORITARISMO

Em quase todos os momentos Dilma manteve o dedo em riste o que indica autoritarismo, repreensão e dominância. Poucas vezes ela expôs as palmas da mão para o público, o que são sinais de entrega e sinceridade. Manteve também os punhos fechados várias vezes, um forte indicador de reserva. Em Linguagem Corporal um sinal forte de sinceridade é expor as palmas das mãos para o interlocutor. As palmas da mão quando abertas, na maioria das vezes foram direcionadas para ela, para o “eu”.




E O LULA?


O que mais me chamou atenção durante todo o discurso da Dilma foi a Linguagem Corporal do Lula. Durante vários momentos confesso que tirei o foco dela para observar o ex presidente e fiquei bastante surpresa com o que percebi. As imagens são claras, deixo algumas para vocês observarem e irem pensando sobre elas, enquanto escrevo o artigo somente focando na Linguagem Corporal do ex presidente.





Observações finais:

Esta análise tem como  objetivo o estudo e disseminação do conhecimento em Linguagem Corporal e nenhum contexto político partidário, seja de direita ou esquerda. Comentários apenas de cunho político serão excluídos.

Em agosto/2016 vou ministrar um curso de Linguagem Corporal que pode ser útil para qualquer profissional. Para informações utilize nossos canais!
Se você gostou deste artigo, compartilhe! Se for usar em blogs ou outras mídias, não esqueça de dar o crédito.