quinta-feira, 16 de abril de 2015

Segredos da Linguagem Corporal - A cara da sua expressão II



Como escrevi no artigo anterior que pode ser lido aqui: http://www.dicasdamyrian.blog.br/2015/03/segredos-da-linguagem-corporal-cara-da-sua-expressao.html, Suzane Richthofen durante a entrevista concedida ao Gugu faz vários gestos corporais incongruentes. Gestos incongruentes são aqueles em que a pessoa fala algo, porém os movimentos corporais ou expressões faciais sinalizam o oposto.  Apesar de que nem todas as pessoas percebem visualmente, inconscientemente nosso cérebro tende a processar a informação e a duvidar da mensagem.
Lembrando que para analisar as expressões faciais, é necessário conhecimento dos músculos da face, pois são eles que automaticamente, através das emoções são os ativadores dessas mudanças, das nossas expressões e microexpressões e para a análise da leitura dos movimentos corporais, é necessário analisar o todo  o contexto como postura, gestos, movimentos bem como o momento.

Também nesta parte da entrevista vamos conhecer uma micro expressão chamada Duping Delight, ou Prazer Profundo. Se trata de um sorriso irônico que dura poucos segundos e pode ser observado após mentiras, principalmente em mentiras planejadas, quando percebe-se que a outra pessoa foi enganada,  ou quando alguém sente satisfação com o fracasso, desgosto ou sofrimento de outra pessoa.  Geralmente a pessoa tenta disfarçar esse sorriso rapidamente.  Suzane fez um Duping Delight após afirmar que o irmão a perdoou e que ia ficar ao lado dela.

Para exemplificar a incongruência destaquei duas partes da entrevista, uma quando Suzane afirma que contou tudo para o irmão e a outra quando fala sobre a mãe. Nos dois momentos, enquanto afirma algo, a cabeça balança negativamente.


Eu contei , tudo, tudo..(balança a cabeça negativamente)





Duping Delight. Perceberam?






Minha mãe era maravilhosa..(balança a cabeça negativamente)


Nesta parte da entrevista quando Suzane fala da mãe, além da incongruência de falar, por exemplo “minha mãe era maravilhosa” enquanto balança a cabeça negativamente, percebi várias micro expressões de desgosto e de desprezo. Segundo Paul Ekman, muitas vezes uma micro expressão de desprezo ou desgosto pode estar relacionada com a emoção de alguma lembrança revivida ou até desprezo pelos seus próprios pensamentos ou ações.




Gavei o vídeo em velocidade reduzida para você conseguir perceber as micro expressões.







Além dessas expressões e micro expressões que destaquei nos videos, em pouco minutos, com um olhar mais atento podemos perceber outras relevantes, como o desvio do olhar para baixo, sorriso forçado, incerteza ao levantar o ombro e quando fala do irmão, ela olha para cima-direita (nossa esquerda) mostrando que realmente ela cria imagens dele, já que não o vê há muito tempo.

As micro expressões de desprezo podem ser entendidas como demonstração de arrogância e são extremamente prejudiciais na comunicação.